Artigos

Sociedade com Deus
31
JAN

Sociedade com Deus

Quem não gostaria de se tornar sócio de Warren Buffett, Bill Gates ou Jorge Paulo Lemann? Quem não gostaria de uma participação societária, por menor que fosse, em uma empresa espetacular? Estar ao lado de pessoas e empreendimentos inovadores, inspiradores ou marcante é fantástico. Se esses exemplos já são sedutores, como você reagiria diante da oportunidade de se tornar sócio de Deus? Já imaginou como seria participar dos projetos dele ou poder contar com Ele para desenvolver os seus?


No mundo dos negócios, não é fácil se tornar sócio de grandes empresários. O interessado precisa ter muito a oferecer: seja capital, seja talento e influência. E para ser sócio de Deus? Temos a impressão de que é necessário atender a altíssima expectativa. Mas estamos equivocados. Deus é exigente no que diz respeito à postura de seus sócios, mas está disposto a se associar até mesmo àqueles que aparentemente não tem muito a oferecer, assim como aos que se comportaram de maneira errada no passado, mas que desejam mudar. Ele valorize e investe em gente. Todos os seus projetos são focados em pessoas, não em prédios ou em capital. Para Ele o que importa é o comprometimento com a sua visão, sua missão e seus valores (Este assunto de Visão, missão e valores iremos abordar em outro artigo).


Na sociedade com Deus, como em qualquer outra, cada parte tem direitos e deveres, ônus e bonus. Não importa se o seu empreendimento é a sua carreira, as suas finanças ou ainda a empresa que você montou ou que gerencia. Deus, nesse aspecto, é parecido com qualquer sócio: Ele vai entrar com o “capital”dEle, com o “trabalho”dEle, e espera que você faça a sua parte para que o projeto decole e renda “dividendos”a ambos. Deus pode ser encarado com um sócio ou investidor poderoso, mas que também pode atuar como mentor, coach ou consultor fundamental para criar bases solidas para o seu projeto de vida.


Você deve estar se perguntando: mas o que nós, seres humanos cheios de defeitos, temos a oferecer a Deus? Que resultados Ele pode esperar dessa parceria? Primeiro, Deus quer ver o sócio – você – feliz. Segundo, deseja utilizer seu trabalho, sua carreira, sua empresa (seja você dono ou funcionário) para os propósitos divinos. Se você já dedica parte da sua vida a Deus, fortalecer sua sociedade com Ele deveria ser uma consequência natural. E se não aprecia religião ou se está distante dela, nem por isso está impedido de firmar esse pacto. Basta querer.


A ideia de uma sociedade com Deus pode parecer ousada, pretenciosa ou até chocante, mas e se a Bíblia tratar não só de um Deus que está vivo, mas que também se relaciona? Um Deus que deseja, sim, ir conosco para o trabalho? Pelo que lemos nas escrituras, Deus quer participar da nossa vida como um todo, não só da parte spiritual. Ele quer participar da nossa vida pessoal, familiar e também da nossa carreira, nossa empresa e da forma como fazemos negócios.


Marcelo Inácio


 

Advem 7 tem a finalidade de fortalecer e divulgar empresas, profissionais liberais e autônomos da nossa igreja, para que assim os irmãos possam crescer, aprender e ter uma boa gestão dos negócios e ter onde buscar os profissionais que temos entre nós. Oferecendo um site na internet de fácil e rápida navegação para pesquisa.

Facebook
Contato
Rua Coronel Bento José de Carvalho, 340
CEP:03516-010
São Paulo - SP